Blog do Gilson Vieira -

CEDRAL – POPULAÇÃO SE MOBILIZA PARA LIMPAR PRAIA DE OUTEIRO

Participe e ajude-nos! População de Outeiro, todos podem ajudar! Vamos limpar a nossa praia e tornar a nossa casa mais bonita!

Todas as pessoas de outeiro jovens em geral estão convidados, para se reunir no sábado 09.11.2019, às 06h30, em Outeiro, na fábrica de gelo e no bar de regatas, limparemos a praia.

Plástico e lixo juntos!

Cedral Cidade de belas praias,  Juntos pelo uma praia mais limpa, nosso Outeiro e pelo nosso futuro!

INSTITUTO RENASCER – EDUCADORA ISADORA ROCHA REBATE SUSPEITA DE SER “FANTASMA”, É UM ABSURDO! MEU INSTITUTO EXISTE. EU DESAFIO QUALQUER PESSOA

A educadora Isadora Pestana Rocha, 42 anos, responsável pelo Instituto Social Renascer, procurou o Blog do Gilson Vieira para rebater acusações que tentam associar sua instituição a uma entidade fantasma. Ela que há 24 anos reside na Vila dos Nobres, onde presta um trabalho social direcionado para as crianças carentes da região, também falou sobre a “Operação Faz de Conta”, deflagrada na manhã desta terça-feira (05), pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado – GAECO do Ministério Público Estadual em parceria com a Superintendência de Investigação Criminal – SEIC da Polícia Civil.

“É enganosa a publicação que tenta associar, sem evidências, o envolvimento da nossa entidade com projetos inexistentes. Existimos há 10 anos e as ações que desenvolvemos oferecem apoio à educação. Ou seja, nossa instituição acaba virando uma opção contra evasão escolar “, esclareceu.

Isadora afirmou que além da sede da entidade, sua residência e até uma banca que ela possui na feira do Coroadinho, também foram alvos de cumprimento de mandados de busca e apreensão. Por determinação do juiz da 1ª Vara Criminal da capital, as contas bancárias foram bloqueadas, documentos e alguns pertences pessoais, entre eles, joias e aparelhos de telefones celulares, foram apreendidos.

Visando apresentar sua versão das informações repassadas pela assessoria do Ministério Público do Maranhão (MPMA), a dirigente do Renascer esclareceu o episódio envolvendo a entidade e abriu as portas da instituição para falar um pouco do trabalho prestado junto à comunidade há uma década, bem como a estrutura física da sede própria, localizada na Rua Alberto Franco, nº 15 – na Vila dos Nobres, área periférica de São Luís.

CONHECENDO A ENTIDADE
O Instituo Social Renascer, entidade mantenedora da Escola comunitária Vila do saber, localizada na Vila dos Nobres, fundada em 2009, com sede própria construída em uma área de mais de 300m2, distribuída em oito salas de aula, banheiros, refeitório, dormitório, auditório, sala de professores, coordenação e direção.

A escola recebe 188 crianças da educação infantil, que compreende crianças de 1,5 ano a seis anos que estudam em tempo integral, ou seja, das 07:00hs às 17h30, além de 96 alunos no período parcial, que via das 07:00 as 11h45 ou das 13h15 às 17h45, e possui um quadro de 42 funcionários, entre professores, porteiros, operacionais, secretário, diretor, coordenador pedagógico e nutricionista.

Com qual objetivo a entidade surgiu?

“Com o objetivo de buscar as crianças e jovens periféricos que não tem auxílio do Poder Público, porque uma criança de três anos fica fora da escola, já que não tem unidade de ensino para acolher. Então nós pegamos essa responsabilidade dentro do Instituto Social Renascer, criando, a escola comunitária Vila do Saber, sendo que parte dos nossos alunos permanecem em tempo integral, já que os pais precisam trabalhar, então essa responsabilidade nos é repassada pela família, pois são pessoas humildes e que precisam de ajuda no sentido de terem com quem deixar seus filhos para irem trabalhar. Nós estamos trabalhando em prol dessas crianças, contribuindo com o papel social que deveria ser feito pelo ente público e não é, inclusive notificamos os órgãos de controle, através de ofício, anteriormente a este incidente, pedindo que fossemos fiscalizados, o que não aconteceu”.
Você chegou a prestar depoimento sobre o caso?

“Fui notificada pela primeira vez pelo MP, fui ouvida, não tinha nada a declarar quanto ao Certificado, porque eu também, desconheço, e quando foi na terça-feira eu deparei na minha casa com o Ministério Público e Polícia Civil, invadiram, adentrando, com maior desconforto, falta de respeito, pois se eles quisessem documentos eu teria fornecido, até porque faço um trabalho transparente, não precisando subtrair o que não é meu. Aqui no Instituto eles chegaram ao momento em que estávamos recebendo as crianças, agindo de maneira muito desrespeitosa. Ai me pergunto como o Poder Público, a promotoria, que é um órgão que fiscaliza e deveria trabalhar age dessa forma?”

Como classifica as acusações que associam o instituto a uma entidade fantasma?
“É um absurdo! Meu instituto existe. Eu desafio qualquer pessoa vim ver o meu trabalho. A Promotoria não poderia ter chegado constrangendo nossos alunos, pais e funcionários. No primeiro depoimento que prestei eu convidei o Dr. Marcos e a Dra. Clicia virem me visitar para se certificar que o trabalho existe, além disso, também trabalhamos com esporte, idosos, natação. Fazemos um trabalho belíssimo, não estou questionando o trabalho de quem quer que seja, apenas pedindo que seja feito um trabalho com responsabilidade”.

TITULO DE UTILIDADE PÚBLICA
A presidente da entidade também falou do PL 187/2017, que declarou de utilidade pública o Instituto Social Renascer, apresentado pelo vereador Honorato Fernandes (PT), aprovado por unanimidade pelo plenário da Casa, e que ensejou a Lei 6.302/2017 assinada pelo prefeito Edvaldo Holanda Júnior.

De onde partiu essa iniciativa da utilidade pública?
“Desde o início, quando fundamos a entidade tínhamos necessidade e mantê-la, porque não tenho condições. Nós não recebemos recursos de lugar nenhum, dai a necessidade de fazer parceria com órgãos públicos para custear nossas despesas, e para conveniar era preciso à utilidade pública. Então fui à câmara, informei-me sobre os documentos necessários, e como a instituição já estava no padrão eu busquei a Câmara. Lá fui a diversos gabinetes, mas os assessores não deram a devida atenção, até que fui ao gabinete do vereador Honorato e fui bem recebida pela assessora dele, que me informou que iria conversar com o parlamentar, o qual mesmo sem conhecer o meu trabalho, apostou e encaminhou ao plenário, e graças ao meu bom Deus todos os vereadores foram favoráveis”.

Você tem mais alguma coisa a dizer em relação ao assunto?

“Sim. Aproveito para agradecer ao vereador pela concessão da utilidade pública, porque ele nos abriu as portas, contribuindo para o desenvolvimento do nosso Instituto. Convido o vereador Honorato ou qualquer parlamentar que queira conhecer de perto nosso trabalho, que as portas estarão sempre abertas, porque nossa entidade existe de fato e funciona, não tem nada fantasma. Estamos aqui todos os dias, até finais de semana às vezes trabalhamos”.

Para finalizar, o vereador Honorato indicou alguma emenda para o Instituto?
“Embora a utilidade pública tenha sido concedida por força de um PL apresentado pelo vereador, desde a nossa fundação eu não fiz qualquer tipo de parceria ou gerenciamento de emenda ou recursos públicos com o vereador Honorato, até porque o conheço de vista. Antes de ir ao gabinete dele visitei diversos outros, mas, felizmente, agindo de boa fé, ele foi o único que me deu a oportunidade para continuar desenvolvendo o meu trabalho, e estou aqui para falar a quem for necessário”.

PREFEITO DE BARRA DO CORDA, EMITIU NOTA EM DEFESA DAS 137 PREFEITURAS INVESTIGADAS , E NÃO FALA SOBRE SEU MUNICÍPIO

O prefeito do município de Barra do corda, Eric Costa (PCdoB), que está interinamente na presidência da Federação dos Municípios do estado do Maranhão (FAMEM), que já foi alvo de denuncias por irregularidades em sua gestão, emitiu nota em defesa dos associados mais não fez nenhuma referencia sobre a administração de sua Cidade. A nota pouco esclarece as denuncias apresentadas nas reportagens.

A nota assinada por Eric não faz esclarecimento sobre sua gestão na cidade. Diz apenas que “identificou equívocos flagrantes na relação de prefeituras, publicada por um blogueiro da capital, supostamente envolvidas em fraude no Censo Escolar que ensejarão injustificados juízos de valor em relação a nossos gestores”.

A reportagem do jornalista Jonh Cutrim relaciona um total de 137 cidades envolvidas em desvios de recursos do Fundeb divulgada pelo programa Fantástico da Rede Globo com destaque a cidade de Monção.

Entre as controversas apontadas na nota, o prefeito Eric cita que “por meio da coordenadoria jurídica estaremos acompanhando todo o processo da citada investigação do Ministério Público Federal a fim de restabelecer os fatos e dar o devido suporte aos nossos municípios”.

O jornalista Lucivaldo Loppes Fez contato com prefeitura de Barra do Corda, mais até o fechamento deste post não obtivemos retorno referente a atuação da gestão.
Isso porque segundo a nota, não há uma data especifica de qual seria o período da denuncia apresentada pelo Fantástico e pode ser de gestões anteriores. Com a palavra o chefe do Executivo de Barra do Corda.

Por Lucivaldo Loppes

A integra da nota:

                                                 NOTA

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) vem a público esclarecer que identificou equívocos flagrantes na relação de prefeituras, publicada por um blogueiro da capital, supostamente envolvidas em fraude no Censo Escolar que ensejarão injustificados juízos de valor em relação a nossos gestores.
De antemão, consideramos os números da referida denúncia de grau superlativo e de tamanha inconsistência a ponto de comprometer sua veracidade. Algumas das prefeituras constantes no rol da denúncia detêm idoneidade comprovada pelos órgãos de controle atinente aos dados encaminhados aos órgãos que definem a política de financiamento da educação.
Tal listagem também não identifica o período da suposta investigação, além de não estabelecer as esferas de competência alcançadas pelas alegadas irregularidades, expondo caluniosamente centenas de prefeitos maranhenses.
Por meio de nossa coordenadoria jurídica estaremos acompanhando todo o processo da citada investigação do Ministério Público Federal a fim de restabelecer os fatos e dar o devido suporte aos nossos municípios.
Esclarecemos que nossa disposição é de colaborar com os órgãos de controle para que seja assegurada à sociedade o seu direito à gestão transparente e correta.
São Luís, 05 de novembro de 2019
Eric Costa
Presidente Interino da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão

ASTRO LEVA INTERNET PARA ÁREA DA ZONA RURAL DA CAPITAL

O vice-presidente da Câmara de São Luís, vereador Astro de Ogum, está colocando em prática mais um projeto de grande alcance social: trata-se do *”Anet Astro”*, que oferece Wi-Fi gratuito em locais públicos de comunidades da zona rural da capital.

A iniciativa que oferece internet rápida de 100 megas tem um alcance de 100 m em campo aberto. Com a proposta, o usuário pode assistir vídeos – inclusive das sessões na Câmara – em alta qualidade no dispositivo móvel sem precisar gastar seu plano de dados. Para se conectar, basta encontrar e selecionar a rede “Anet Astro” e informar a senha com mesmo login. O programa que começou a ser testado hoje no bairro da Estiva, visa incluir jovens e adolescentes da região na era tecnológica. O projeto que vai ser estendido para outras praças da zina rural é realizado pelas lideranças John, Ivo, Joana, Kleber e Ailton, com a coordenação de Jeanne Medeiros.

RECADASTRAMENTO BIOMÉTRICO SERÁ OBRIGATÓRIO EM PORTO RICO DO MARANHÃO

A partir do dia 11 de novembro a 12 de dezembro de 2019 o município de Porto Rico do Maranhão, inicia o recadastramento obrigatório do eleitorado por meio da coleta de dados.

Eleitores de porto rico devem comparecer na praça da bíblia, Centro (ao lado da escola tia Concita) com documentos originais identidade e comprovante de residência atualizado.

Período de 11 de novembro a 12 de dezembro de 2019, horário de atendimento de segunda a sexta-feira das 8 às 17h. sábado, domingo e feriado das 8 às 13h.

Obs.  Eleitores com títulos emitidos até a data de 02/11/2014, precisam comparecer.

A Biometria é uma forma mais eficiente para votar e garantir a total privacidade e segurança ao eleitor, já que seu voto só será computado com a identificação de sua impressão digital.

Eleitor que não realizar o recadastramento biométrico obrigatório junto à Justiça Eleitoral do seu município terá o título cancelado.

ALUNOS FANTASMAS! PREFEITO ERIC COSTA CRITICA DIVULGAÇÃO DE LISTA SOBRE FRAUDE AO CENSO ESCOLAR

 

Veja a íntegra da nota.

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) vem a público esclarecer que identificou equívocos flagrantes na relação de prefeituras, publicada por um blogueiro da capital, supostamente envolvidas em fraude no Censo Escolar que ensejarão injustificados juízos de valor em relação a nossos gestores.
De antemão, consideramos os números da referida denúncia de grau superlativo e de tamanha inconsistência a ponto de comprometer sua veracidade. Algumas das prefeituras constantes no rol da denúncia detêm idoneidade comprovada pelos órgãos de controle atinente aos dados encaminhados aos órgãos que definem a política de financiamento da educação.
Tal listagem também não identifica o período da suposta investigação, além de não estabelecer as esferas de competência alcançadas pelas alegadas irregularidades, expondo caluniosamente centenas de prefeitos maranhenses.
Por meio de nossa coordenadoria jurídica estaremos acompanhando todo o processo da citada investigação do Ministério Público Federal a fim de restabelecer os fatos e dar o devido suporte aos nossos municípios.
Esclarecemos que nossa disposição é de colaborar com os órgãos de controle para que seja assegurada à sociedade o seu direito à gestão transparente e correta.
São Luís, 05 de novembro de 2019
Eric Costa
Presidente Interino da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão

IVALDO RODRIGUES VISTORIA REFORMA DO MERCADO DA MACAÚBA

O secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, vistoriou, na manhã desta quarta-feira (6) com o secretário de Estado de Cidades, Rubens Pereira Jr., a obra de reforma do mercado da Macaúba, na parceria da Prefeitura de São Luís com o governo do Maranhão.
Ivaldo destaca que o projeto em execução pela Secid vai garantir conforto e qualidade tanto à população como para quem trabalha no mercado.
“Vistoriando com o secretário Rubens Pereira Júnior, da Secid, a obra de reforma no Mercado da Macaúba que estará pronto em breve para atender o abastecimento no Centro de São Luís com a qualidade e conforto que a população merece e para quem trabalha no local”, destacou.
Além do mercado da Macaúba, outros três mercados estão com obra da Prefeitura de São Luís em andamento: mercado da Tulhas, Coroadinho e Cohab e a expectativa é de que fiquem prontas nos próximos meses.

DEPUTADO CÉSAR PIRES PEDE APURAÇÃO DE SUPOSTOS DESVIOS DE RECURSOS DO FUNDEB

Ao mencionar reportagem veiculada na TV Mirante tratando do assunto, o deputado César Pires (PV) defendeu ampla investigação de supostos desvios de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) no Maranhão, “É um golpe que traz danos irreparáveis à população. É um genocídio intelectual que estão praticando no Maranhão e que não pode continuar impune”, enfatizou, ao discursar na tribuna.
Segundo César Pires, 63% dos 217 municípios do Maranhão estão sendo investigados por desvios de recursos do Fundeb, referentes a 2017 e 2018. Ele informou que pedirá ao Ministério Público Federal a relação das 137 prefeituras e dos secretários de Educação envolvidos para publicar nos meios de comunicação da Assembleia Legislativa.
Ampla apuração
Na opinião do parlamentar, é preciso uma apuração mais ampla. “Pois será descoberto o envolvimento de mais municípios e um volume maior de verbas desviadas. Nunca vi um prefeito ou secretário de Educação responsabilizado por falsificar o registro de alunos. É preciso apurar e punir os culpados exemplarmente”.
Ele acrescentou que tem de ser analisado o nível de escolaridade dos professores, avaliando se estão habilitados para ministrar aulas nas redes municipais e estadual. Ao defender uma apuração mais rigorosa e ampla, argumentou que os alunos não podem ser prejudicados, tanto pelos desvios de recursos quanto pela baixa qualidade do ensino.
“É preciso buscar na história todos os gestores envolvidos, denunciar e punir os que desviam recursos e fraudam os sistemas, sob pena do analfabetismo continuar forte no Maranhão. Nós temos 78% de analfabetos funcionais e, agora, mais uma denúncia que só macula a imagem do Maranhão lá fora. É preciso, também, que o Ministério Público Estadual, nos municípios, continue a apurar essa situação vigente, além de analisar a quantidade e a capacidade técnica de professores”, declarou.
César Pires parabenizou o Grupo Mirante, o repórter Alex Barbosa e o apresentador Roberto Fernandes pela reportagem. “Mais uma vez cobrando punição rigorosa aos envolvidos para que o desvio de recursos da educação não siga impune no Maranhão”.
E finalizou: “O analfabetismo não dói, por isso se aceita que fiquem impunes os que condenam as pessoas à falta de conhecimento. É necessário dar um basta nessa situação que só envergonha o nosso estado”.

PREFEITO LUCIANO GENÉSIO, DEPUTADA DRª THAÍZA HORTEGAL TRATAM DE DEMANDAS DA EDUCAÇÃO PARA REGIÃO DE PINHEIRO

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, e a deputada Dra. Thaiza Hortegal (PP) se reuniram nesta segunda-feira (4) com o secretário de estado da educação, Felipe Camarão, para tratar de várias demandas de Pinheiro e região.
Para baixada, o secretário adiantou sobre várias providências que estão em andamento, que foram apresentadas ainda para a gestora da URE de Pinheiro, Leidiane Roland, também presente na reunião com Felipe Camarão.
“Tratamos da sede da URE em Pinheiro e do Centro de Ensino Lucília Moreira em Pacas, que serão prioridades para o secretário diante das condições estruturais. Ficamos muito satisfeitos pelas providências que foram tomadas no percurso da reunião e vamos continuar trabalhando para acelerar a solução dos problemas apresentados em Pinheiro, onde o secretário pode sempre contar com o apoio da prefeitura para as melhorias também na rede estadual de ensino”, destacou o prefeito Luciano.
“Ainda na região de competência da URE de Pinheiro, expomos as situações de outras escolas como em Santa Helena, também ressaltada pelo secretário Felipe como prioridade na retomada das obras ainda neste mês de novembro; e em Serrano do Maranhão que já possui recursos garantidos para a construção de um novo prédio”, complementou Leidiane Roland, gestora da URE de Pinheiro.
A deputada Dra. Thaiza Hortegal tratou também das demandas de Chapadinha e ainda apresentou detalhes do seu projeto de lei que visa melhorar a assistência aos autistas do Maranhão.
“A assistência à pessoa com o transtorno do espectro autista é uma das prioridades do meu mandato e desde o início do ano tenho articulado com a secretaria de estado da saúde e agora com a educação um trabalho mais amplo e com base em evidências para que os autistas no Maranhão recebam o mais eficaz tratamento para o TEA, que é o ABA. O secretário Felipe apoia totalmente nossa iniciativa e está impulsionado a unir forças para esta necessidade que tem sido crescente na rede de ensino também”, ressaltou Dra. Thaiza Hortegal.