Blog do Gilson Vieira -

“Deputado Domingos Dutra devia ser era encarcerado” Diz jornalista Datena

Motivo da critica ao deputado foi o projeto de autoria do mesmo que cria cadeias 5 estrelas e sugere até a criação do dia do presidiário  
Datena 
 afirmação a respeito do deputado federal maranhense, Domingos Dutra (Solidariedade) foi feita pelo jornalista Datena na tarde desta terça feira (11) durante apresentação do tele-jornal “Brasil Urgente”, na Emissora Nacional Band. Ao fazer a afirmação, o  apresentador tecia um comentário sobre uma reportagem que havia sido exibida com o titulo: Policiais são recebidos a tiros de fuzil por menor.  Na ocasião o detido afirmou que se não tivesse sido atingido pela polícia iria continuar atirando.
A critica ao deputado Domingos Dutra foi pelo fato do mesmo ter instituído o Estatuto Penitenciário Nacional, que em resumo cria uma prisão cinco estrelas para presidiários. Pelo projeto de Dutra os presos terão direito a banho quente em locais frios, cela com calefação, academia de ginástica, material de higiene pessoal como desodorante, xampu, condicionador, hidratante de pele e até camisinha. O projeto do deputado também prevê médico residindo no presídio ou próximo. Entre os 119 artigos, destaca-se o que mantém direitos políticos dos presos e acesso a jornais, rádio, e TV a cabo. Dutra também sugere a criação dia do encarcerado, 25 de junho.
Diante disto, Datena disparou: “Deputado Domingos Dutra devia ser era encarcerado”. Rapidamente a opinião do jornalista se espalhou pelas redes sociais. Pelo Twitter uma usuária fez o seguinte comentário: “Ele deve ter proposto este projeto de criar cadeias 5 estrelas porque deve ta prevendo o futuro dele”.
F.maicon sousa

Médicos estrangeiros que atuarão no interior maranhense são acolhidos pela SES

_Foto-14Os 76 médicos estrangeiros do terceiro ciclo do programa federal Mais Médicos, que vão atender a população em 36 municípios maranhenses, estão participando da semana de acolhimento, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O encontro teve início nesta segunda-feira (10), no Hotel Holiday Inn, e prossegue até quarta-feira (12). Com a chegada destes profissionais, sobe para 518 o número de médicos ligados ao programa que atuam em 167 municípios do estado. A coordenadora da Comissão do Programa Mais Médicos no Maranhão, Isabel Macedo, explicou que o acolhimento vai proporcionar aos profissionais intercambistas um conhecimento sobre as particularidades do estado, seus determinantes sociais de saúde e seus aspectos culturais. “Este é um momento para conhecer como funciona a atenção primária, o Sistema Único de Saúde (SUS) e um pouco da cultura maranhense”, disse. Os estrangeiros vão conhecer o organograma e funcionamento da SES, aspectos e caracterização do processo de regionalização do estado; funções do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), do Conselho Estadual de Saúde (CES) e da Comissão Intergestores Bipartite (CIB). Também receberão informações sobre a assistência farmacêutica e ações para promoção do acesso aos medicamentos e uso racional – diretrizes do programa e ações de política.

Astro de Ogum continua na presidência da Câmara de São Luís

Astro-de-Ogum-e1386442226281

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Isaías Pereirinha (PSL), pediu mais 30 dias de afastamento do Legislativo. Essa é a quarta vez que ele solicita licença, completando oito meses de afastamento nesta legislatura.

Em fevereiro do ano passado, assim que reassumiu pela quinta vez a presidência da Câmara, Pereirinha pediu licença de 30 dias para tratar de assuntos particulares. Faltando um dia para voltar ao mandato, o vereador do PSL entrou com nova solicitação de mais 30 dias afastamento. E renovou por mais 30 no período seguinte.

Ainda no ano passado, ele reassumiu o mandato, presidindo a Casa por um curto período, e no recesso parlamentar.

A partir de agosto, ele passou mais três meses no mandato, quando anunciou efetivação de servidores na Câmara e a transformação dos funcionários do tipo serviço prestado em comissionados.

Em novembro, o presidente da Câmara pediu nova licença, só que dessa vez de 121 dias, para tratamento médico o que permitiu que seu suplente, Eron Simões (PSL) assumisse o mandato.

Ontem, dia em que o presidente deveria retornar as atividades, chegou à Casa novo documento solicitando mais um mês de licença, desta vez para assuntos particulares.

Durante as ausências de Pereirinha, ficou no comando da Câmara o vereador Astro de Ogum (PMN), vice-presidente da Casa.

Astro deve ser candidato à presidência na provável antecipação da eleição, prevista pra este mês.

De  O Estado

Prefeitura de Coroatá inicia nova fase do programa de asfaltamento na cidade

Prefeita de Coroatá Tereza Murad

A prefeita Teresa Murad (PMDB) e o secretário estadual de Infraestrutura, Luis Fernando Silva assinam nesta quarta-feira (dia 12) a ordem de serviço da terceira etapa do programa de Melhoramento e Pavimentação de Vias de Coroatá. A solenidade será às 9h, na rua do Buriti, no bairro Tresidela.

A ordem de serviço prevê o asfaltamento de sete quilômetros de ruas nos bairros da União, Vila Cilene, Vavá e Cohab. Doze vias receberão recapeamento asfáltico nessa terceira fase do programa.

Há duas semanas, o secretário de Infraestrutura, Feliciano Marques, visitou com os engenheiros da empresa as ruas onde serão realizadas as obras de pavimentação. O secretário municipal visitou s bairros após a construtora finalizar o trabalho de topografia nas ruas dessas localidades

O programa de asfaltamento de ruas na cidade é uma parceria da Prefeitura de Coroatá com o Governo do Estado.  Será o maior programa de asfaltamento e pavimentação de ruas de Coroatá. Até 2015, ao município terá mais de 60Km de asfaltamento e recapeamento de ruas e avenidas.

“Avenidas e ruas sem asfalto em Coroatá será coisa do passado. Vamos asfaltar todas as ruas da cidade até o final do nosso governo. Faremos isso com a parceria do Governo do Estado e do Governo Federal e realizaremos em Coroatá o maior programa de asfaltamento e recapeamento já realizado na nossa cidade”, disse a prefeita Teresa Murad.

O programa de Melhoramento e Pavimentação de Vias de Coroatá iniciou em novembro do ano passado. Avenidas e ruas do Centro foram recuperadas, depois a primeira via a receber o recapeamento asfáltico foi a Rua Nova, no bairro Novo Areal.

“Vamos asfaltar todas as ruas da cidade até o final do nosso governo. Estamos realizando em Coroatá o maior programa de asfaltamento e recapeamento já realizado na nossa cidade”, disse a prefeita Teresa Murad.

Piada, né?! Vereador diz que Socorrão é que resolve problemas de saúde do MA

ivaldoO vereador Ivaldo Rodrigues (PDT) deu ontem (11), em entrevista ao programa Avesso, da TV Guará, mostras de que conhece pouco do sistema de saúde do estado – e menos ainda da capital.

Durante o programa, ele teve a coragem de dizer que o hospital que resolve todos os problemas de alta complexidade do Maranhão é o Socorrão.

“A alta complexidade no estado quem atende é o Socorrão”, declarou o parlamentar, para quem os hospitais construídos pelo Governo do Estado são meros “postos de saúde”.

Pode?

Se ele estiver falando do Socorrão I, então, onde médicos recebem a cada três meses, falta todo tipo de medicamente e recentemente o diretor quase sai na porrada com um anestesista por ter sido chamado de intransigente…

Entende muito do sistema de saúde do estado o vereador.

F. Gilberto léda

Em Peritoró; Luis Fernando assina ordem de serviço para beneficiar população de Independência,

O secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, acompanhado do prefeito padre Josias, deu início à agenda de trabalho, desta semana, com a assinatura da Ordem de Serviço autorizando o início dos trabalhos de pavimentação e drenagem superficial de 5 km no povoado Independência, localizado no município, na tarde desta terça-feira (11).

Foto 2 Luis Fernando em Peritoro

As ruas e avenidas receberão os serviços de pavimentação e drenagem superficial, totalizando 5 km. Os investimentos são da ordem de R$ 1.498.330,67.

“Este é um programa do governo que está contemplando os municípios com obras importantes com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população. É a mudança que transforma, pois leva benefícios para a porta da casa das pessoas e eleva a autoestima dos moradores”.

Luis Fernando explicou que o Programa de Pavimentação de Vias Urbanas, incluído no Programa Viva Maranhão, tem modificado a malha rodoviária do estado. “Iniciamos as estradas ligando as sedes municipais a uma rodovia asfaltada, só faltavam 19 ficarem prontas, sendo que sete já estão na fase de conclusão e 12 já começaram. Além disso, foram recuperados 2.500 quilômetros de estradas vicinais e serão pavimentados 1.100 quilômetros nos 217 municípios”.

O prefeito Padre Josias afirmou que, para o município, a obra representa vida nova, progresso e o desenvolvimento. “Com a ajuda do Governo do Estado asfaltamos os bairros do São Raimundo, Filipinho e Livramento e, agora, é a vez do Independência”.

Radialista Renato Souza sofre AVC e encontra-se na UTI do Hospital Geral

 Radialista Renato Souza

O Jornalista e radialista Renato Sousa o profissional da imprensa maranhense esta UTI do Hospital Geral ele sofreu um AVC hemorrágico em sua residência, no Araçagy, na madrugada de domingo, quando sentiu falta de ar e comunicou para a esposa. No hospital, foi constatado o Acidente Vascular Cerebral.

O estado de Renato Souza inspira cuidados, mas nós amigos e sua imensa legião de ouvintes estamos todos numa corrente de fé em Deus, a quem o jornalista é seguidor, pelo seu pronto restabelecimento.

Toda equipe do blog ora e pede a Deus que este momento seja mais uma passagem de superação na vida deste bravo e destemido homem da imprensa. E que ele volte logo para os microfones da Rádio Capital no seu programa de maior audiência, Tribuna da Capital.

Exposição homenageia mulheres ilustres da história maranhense

Retrato da médica maranhense Maria Aragão (Foto: Letícia Desterro)

Retrato da médica maranhense Maria Aragão

Será aberta a partir das 16h desta segunda-feira (10) a exposição “Mulher em destaque”, no Convento das Mercês, em São Luís, segundo a Fundação da Memória Republicana Brasileira. A mostra ficará em cartaz até o dia 28 de março, das 9h às 18h.

De acordo com a fundação, a exposição é composta por painéis com retratos e textos que contam a história de vida e de luta de 13 maranhenses ilustres dos séculos XIX e XX. São elas: a médica Maria Aragão, a filóloga Elza Paxeco, a atriz Apolônia Pinto, as prefeitas Lia Varela e Dona Noca, a deputada Dalva Bacelar, a desembargadora Judith Pacheco, as escritoras Rosa Mochel, Laura Rosa e Maria Firmina dos Reis, a artista plástica Rosa Waquim, além de Ana Jansen.

A pianista Lilah Lisboa, que dá nome à Escola de Música do Maranhão, será tema da primeira das cinco rodas de conversa que integram a programação da exposição com bate-papo coordenado pelo professor Simão Pedro. Ao fim da roda de conversa, haverá recital de piano com Rosário Macedo.

Os retratos em exposição, feitos a partir de fotografias das homenageadas pela estudante de arquitetura da Universidade Estadual do Maranhão Letícia Desterro, também ficarão expostos em versão digital no site www.fmrb.ma.gov.br.

Setenta e seis profissionais do ‘Mais Médicos’ chegam ao Maranhão

Profissionais do Mais Médicos chegando ao MA, em dezembro de 2013 (Foto: Biné Morais/O Estado)

Mais 76 profissionais do ‘Mais Médicos’ desembarcaram no Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado na tarde de domingo (9), em São Luís, segundo a Secretaria de Saúde do Maranhão. Com a chegada do grupo, sobe para 518 o número de médicos ligados ao programa do governo federal no estado.

De acordo com informações da secretaria, os profissionais que integram esta etapa do programa possuem nacionalidades diversas e serão encaminhados para 36 municípios maranhenses. Ao todo, 167 municípios do estado já receberam os médicos estrangeiros.

Maranhão é o quarto estado brasileiro com o maior número de médicos do programa. O estado é também o que menor índice de médicos por mil habitantes do país (0,5). Em todo o país, pelo menos 6.658 profissionais estão atuando no interior e em áreas pobres, atendendo cerca de 23 milhões de brasileiros.

REFLEXÃO!!!Uma Caminhada organizada pela Secretaria da Mulher de são mateus marca o início das comemorações do dia Internacional da Mulher na cidade

dia mh em sao m

Sempre que o dia 8 de março se aproxima, ouvem-se perguntas do tipo: Por que “Dia Internacional da Mulher”? Por que um dia especial para as mulheres? As mulheres já não conquistaram o seu espaço na sociedade? A resposta a essas questões é complexa e envolve a cidadania das mulheres. As mulheres “conquistaram” sim seu espaço, luta essa que aos homens foi desnecessária, posto que já havia um espaço reservado a eles; à mulher, restou a busca por reconhecimento como sujeito de direitos.

De fato, muitas conquistas são atribuídas às mulheres, resultantes da luta por “autonomia e igualdade”. Mulheres jovens, adultas, idosas, negras, não-negras, indígenas, profissionais liberais, funcionárias públicas, donas de casa, políticas, mulheres de todos os segmentos da sociedade brasileira e mundial estão empenhadas em contribuir para o fortalecimento da cidadania das mulheres e a garantia de seus direitos na área da saúde, segurança, trabalho, habitação, cultura, educação, política, entre outros.

Das conquistas já efetivadas, uma ainda requer muito empenho e conscientização: o direto a não-violência. A violência contra a mulher se insere em uma problemática que, necessariamente, envolve questões ligadas à igualdade entre sexos. Trata-se de tema de grande complexidade, em função da carga cultural e ideológica contida nele. Foi culturalmente que homens e mulheres aprenderam que os homens eram superiores às mulheres e, por isso, eles deveriam ser obedecidos e respeitados. As mulheres viviam sob o domínio dos pais e depois passavam ao domínio dos maridos; se ficavam viúvas, aos filhos cabia a tarefa de “cuidar” das mães… Muitas mulheres ainda vivem sob essa dominação masculina, especialmente dos maridos e companheiros. As mulheres se submetem ao poder do ser masculino, não porque eles sejam superiores, mas porque assim aprenderam a viver. Modificar essa situação depende de ampla mudança social, que promova igualdade, sem esquecer as diferenças que existem entre homens e mulheres, diferenças essas que não podem ser lembradas, pelo viés da violência.

dia da mulher em smdia mulher sm 2

Duas das mais expressivas políticas públicas implantadas no Brasil para o enfrentamento da violência contra a mulher são as Delegacias da Mulher e a Lei Maria da Penha. Em Araranguá, a Delegacia da Mulher foi instituída em 1989 e, apesar desses 24 anos de atuação, essa Delegacia Especializada (provavelmente as de outros municípios também), ainda enfrenta dificuldades para atender seu público específico: as mulheres vítimas de violência doméstica, especialmente em função de que a questão da violência requer um atendimento multidisciplinar, que vá além da prática policial, da repressão, mas que promova mudança nas relações entre os envolvidos pela violência. Já a Lei Maria da Penha, em vigor desde 2006, ainda requer muito debate e atenção por parte de toda a sociedade para que cumpra, efetivamente, o seu propósito de atuar na prevenção da violência, na proteção às vítimas e na punição de agressores, evitando a sensação de impunidade e garantindo a eficácia no combate à violência. Tal instrumento jurídico é comumente “mal vista”, por homens de todas as classes sociais, porque, erroneamente, é entendida como uma lei “contra os homens”.