Blog do Gilson Vieira -

Respeita a vontade do povo e se Livre do inquérito da Polícia Federal, depois venha Discutir comigo! diz Raimundo Penha

Eduardo Braide (PMN)

Eduardo Braide (PMN)

O Candidato Eduardo Braide (PMN) em vez de responder as perguntas do Prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) fez foi atacar o vereador eleito Raimundo Penha (PDT), imediatamente Penha mandou seu recado na página do seu Facebook para se defender das acusações feitas na noite de ontem (28) pelo candidato à prefeito que teve seu nome citado como alvo de investigações da Polícia Federal.

O candidato Eduardo Braide, é investigado por envolvimento no esquema que desviou milhões da Prefeitura de Anajatuba.

responta-de-penha

Edivaldo adota tom firme e encurrala Eduardo Braide

uiiieeee

Diferente do primeiro turno, o prefeito Edivaldo (PDT) enfrentou seu oponente, Eduardo Braide (PMN), com firmeza no debate promovido pela TV Mirante na noite desta sexta-feira (28).

Da posição de defesa adotada no primeiro debate, Edivaldo mudou a postura e, sem titubear, não deixou uma acusação sem resposta. E chegou até a destabilizar o adversário quando, olhando nos olhos, perguntou sobre o envolvimento de Eduardo Braide na chamada máfia de Anajatuba e a investigação da Polícia Federal em curso para apurar o caso. Desnorteado, Braide não soube o que dizer.

Edivaldo também deixou Eduardo encurralado quando, de forma incisiva, afirmou que o deputado não conseguiu levar água aos bairros mais carentes da capital e só enviou emendas para São Luís somente agora, ano eleitoral. Sem resposta, Braide não conseguiu defender sua gestão na Caema.

O ponto alto do debate ocorreu mesmo quando Edivaldo, em um tom seguro e incisivo, disse que sua gestão era séria, honesta, transparente. “Eu não sou bandido, eu sou um homem sério, íntegro. Eu não pactuou com coisas erradas”, asseverou Holanda Júnior de forma contundente, impressionando positivamente o eleitor pela segurança demonstrada. No fim, humildemente e invocando a Deus, pediu o voto da população para ser reconduzido ao cargo.

Até mesmo eleitores contrários usaram as redes sociais para elogiar a atuação excelente de Edivaldo, na defesa embasada e consistente da sua gestão e das ações programadas para o futuro. Considerando seu bom desempenho, Edivaldo deve ser reeleito neste domingo.

Exata: Edivaldo Jr. 57%; Eduardo Braide 43%

exata-1

Pesquisa Exata divulgada hoje (28) pela TV Guará aponta que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), da coligação “Pra seguir em frente”, deve ser reeleito no próximo domingo (30) com 57% dois votos válidos.

Eduardo Braide, do PMN, aparece no mesmo levantamento com 43%.

A pesquisa Exata/TV Guará ouviu 800 pessoas entre os dias 25 e 27 de outubro e está registrada na Justiça Eleitoral sob o número nº MA-04457/2016. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o grau de confiabilidade é de 95%.

Bancada do MA destina R$ 60 milhões para Diques da Baixada

baixaba-foto-1

A bancada de senadores e deputados federais do Maranhão conseguiu incluir na proposta de Orçamento Geral da União de 2017 uma emenda de R$ 60 milhões de reais para o projeto “Diques da Baixada”.

O projeto, que será executado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), tem como objetivo o controle das áreas de inundação, solucionando o problema de salinização dos campos, provocada pela água do mar, que invade os rios e torna as áreas improdutivas, além de reduzir o volume de água para o consumo.

Entre as várias iniciativas dos parlamentares da bancada maranhense para a inclusão do projeto Diques da Baixada no orçamento da União para 2017, o senador Roberto Rocha havia enviado, na última quinta-feira, 20, ofício ao relator da comissão responsável pelo projeto, senador Waldemir Moka, solicitando, enquanto representante dos deputados e senadores maranhenses, atenção especial ao projeto, como esperança de transformação socioeconômica de uma das regiões mais pobres do país, e a oportunidade de beneficiar, diretamente, mais de hum milhão de pessoas com água própria para o consumo, além de ampliar a fronteira agrícola e pecuária do estado.

Em março deste ano, por ocasião do aniversário do Fórum da Baixada Maranhense , o senador Roberto Rocha foi homenageado por sua atuação parlamentar em prol dos projetos voltados para a baixada maranhense, em especial, o projeto “Diques da Baixada”.

por

Campanha de Edivaldo avança e ganha intensidade na cidade

edhfff

Caminhadas, carreatas, adesivaço, bandeiraços, trabalho das “formiguinhas“, carros de som e distribuição do informativo. Estas ações de campanha do candidato à reeleição e prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Junior (PDT), tem contagiado os moradores e podem ser vistas em vários bairros da cidade e, segundo a coligação “Pra Seguir em Frente”, serão intensificadas até o dia 29 de outubro – um dia antes das eleições.

De acordo com a coordenação de campanha, cada voto nesta fase das eleições é importante para a definição do pleito, que acontecerá no dia 30 de outubro. “Até lá ainda tem muita coisa a ser feita. Estamos nas ruas, nas rotatórias, entregando informativos, realizando caminhadas e carreatas dos ‘Amigos do 12”. Ou seja, a ‘Onda 12” invadiu a cidade, mas a luta por voto ainda não terminou e só acaba na apuração. E, se Deus quiser, com a vitória de Edivaldo”, afirmou Ronaldo Lima.

A coordenadora Silvana Noely informou ainda que as pessoas interessadas em adesivar seus veículos (carros ou motos), apanhar material do 12-Prefeito Edivaldo ou mesmo participar dos atos de campanha podem ir a qualquer comitê da coligação “Pra Seguir em Frente”, que ficam na Avenida dos Holandeses, em frente ao Shopping do Automóvel; e na Curva do 90 – sentido Vinhais/Cohafuma.

foto-3

“Quem quiser também pode adquirir um CD com os singles do Edivaldo-12. Vamos colorir e encher São Luís do 12, mostrar que o nosso prefeito Edivaldo precisa continuar trabalhando e melhorando a vida da população. No dia 30 de outubro precisamos que todos votem no 12”, acrescentou Silvana.

A população tem participado ativamente dos atos de campanha, seja nas caminhadas ou mesmo de carreatas. “Essa campanha tem sido diferente e tranquila. Não vemos muita sujeira nas ruas. E, de minha parte, gosto de ver e participar das atividades que animam os moradores e esclarecem os eleitores”, disse o historiador Marcelo Ferreira.

Já a comerciante Cleonice Gonçalves se diverte com a animação das pessoas que participam caminhadas e das músicas. “Passamos por momentos difíceis no país e precisamos nos alegrar. E é nos atos de campanha que relaxamos, brincamos. Afinal, é só uma eleição que termina no dia 30. Depois a vida continua”, enfatizou.

Luau do Tô di Mais, em grande estilo no Porto da Gabi

Grupo Tôdimais

Grupo Tôdimais

O grupo de Pagode “Tô di Mais” comemora seus 5 anos de Sucesso em grande estilo na cidade, “Luau do Tô di Mais”, nesta terça feira véspera de feriado (1) de novembro no Porto da Gabi com a participação especial: GERRARD LIMA, DIEL FRANÇA, ANDINHO XAVECADA, BRUNO SHINODA, WANDIN REI, FABIO e FORRÓ ALTA TENSÃO, NEIZINHO PAGODE DO PODER, CUPIM, VAMU DI SAMBA, REFLEXÃO, KSSULA, REGGAE DOS AMIGOS, DENNA MIX, com uma Mega estrutura sonora do Maranhão.

SERVIÇO:

Luau do TôdiMais 2016

Quando: dia 01, novembro a partir das 18h (abertura do portão)

Onde: (Porto da Gabi) Aterro do Bacanga (São Luís)

 Sugestão Traje Branco

Deputado Max Barros afirma que o debate sobre a criação da UEMASUL tem que ser ampliado

Deputado Estadual, Max Barros

Deputado Estadual, Max Barros

O deputado Max Barros se posicionou favorável à criação da Universidade do Sul do Maranhão (UEMASUL), porém ressaltou que a votação em regime de urgência – do Projeto que cria essa instituição -, vai de encontro aos preceitos democráticos, sem ouvir a sociedade sobre o assunto. Max também destacou que o projeto não prevê a criação de uma nova universidade e sim a divisão da Uema.

Na manhã desta terça-feira (25), durante a sessão na Assembleia Legislativa, o parlamentar declarou que as universidades implicam diretamente no desenvolvimento de uma sociedade. “A nossa posição é favorável à criação da Universidade do Sul do Maranhão. Ninguém pode ser contra a criação de uma universidade. Um Estado ou um País para se desenvolver tem que ter mentes e essas mentes podem se desenvolver dentro do ambiente acadêmico. Então sou totalmente favorável à criação de uma universidade que vai sim ajudar no desenvolvimento da região sul do Maranhão”, declarou.

Porém, Max pontuou que a urgência nesse Projeto de Lei apequena o debate que deve ser amplo e que o requerimento vai de encontro ao Projeto de Lei, já que a criação de uma Universidade representa a criação de um espaço de debates.

Max Barros também ponderou que uma nova universidade não está sendo criada e sim estará existindo a divisão de uma instituição. Sobre o assunto, ele levantou questionamentos sobre quais implicações que a divisão da Uema proporcionariam.

“E qual vai ser a avaliação que a UEMA dividida vai ter? Qual vai ser a consequência para a UEMA daqui com esse fracionamento? Quantos doutores ela vai ter? Quantos mestres ela vai ter? Quantos cursos de mestrado ela vai ter? Existe toda uma avaliação em nível federal para cada universidade e que reflete nos alunos e reflete na aceitação desses alunos no mercado de trabalho”, refletiu o parlamentar.

O deputado Max Barros reiterou que não é contra a divisão da UEMA, mas propôs que a discussão seja aberta à sociedade. Ao encerrar seu pronunciamento, o deputado sugeriu que seja feita uma audiência pública, com a presença da administração da UEMA, do DCE, da APRUEMA, sociedade civil de Imperatriz e, desta forma, seja formulado um projeto consistente para que a Universidade nasça forte, com condições de funcionamento.

Veja o Vídeo: Mãe desmonta farsa sobre a imagem da filha no hospital da Criança

mae-diz-a-verdade-hospital-crianca

Está sendo compartilhada nas redes sociais a foto de uma mãe e sua filha deitadas no chão do Hospital da Criança, em uma suposta situação de negligência e superlotação da casa de saúde. A imagem é real, mas o motivo alegado não!

No vídeo acima, a mãe explica que, por um momento, tirou a filha da maca e deitou com ela no chão. “A maca que a criança estava era muito estreita e eu sentada perto da criança com medo de dormir e a criança rolar e cair e como não dava para tirar o colchão, eu tirei o pano e forrei o chão e deitei com minha filha no chão”, declarou.

Vejam abaixo a nota oficial emitida pela Secretaria Municipal de Saúde.

NOTA OFICIAL

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informa que a criança em questão está recebendo todo o tratamento por parte do Hospital da Criança e que, por se tratar de um caso de catapora, contagioso, foi para a área de isolamento, onde foi colocada em um berço adequado.

A Secretaria também esclarece que disponibilizou uma maca para que a mãe pudesse deitar com a filha, mas que a mãe deitou no chão por momentos, à revelia da direção do hospital e sem o conhecimento da equipe médica.  A Semus reforça que não há nenhum paciente internado ou em observação em tais condições no Hospital da Criança e que vai abrir sindicância para apurar responsabilidades no caso.

Mulheres já bebem quase tanto quanto os homens, diz estudo

mulher-bebem-mais
As mulheres estão consumindo álcool praticamente na mesma quantidade que os homens –e sentindo os seus efeitos na saúde na mesma intensidade–, de acordo com um estudo conduzido pela Universidade de New South Wales, na Austrália.
A análise se baseou em dados sobre pessoas nascidas entre 1891 e 2001 em todo o mundo, mas provenientes, em sua maioria, da Europa e da América do Norte.As mulheres estão consumindo álcool praticamente na mesma quantidade que os homens –e sentindo os seus efeitos na saúde na mesma intensidade–, de acordo com um estudo conduzido pela Universidade de New South Wales, na Austrália.
Na geração atual, segundo o estudo, os homens consomem apenas 10% mais álcool do que as mulheres, enquanto no começo dos anos 1900 eles consumiam mais que o dobro (2,2 vezes) do álcool consumido por elas.
Como consequência, os impactos na saúde das mulheres também se assemelha ao que ocorre entre os homens.
Os homens do início do século passado costumavam beber em níveis problemáticos três vezes mais frequentemente que as mulheres. Hoje em dia, essa diferença passou para apenas 1,2 vez.
Além disso, a população masculina costumava ser 3,6 vezes mais suscetível a problemas de saúde decorrentes do consumo de álcool, como cirrose hepática. Agora, os homens são suscetíveis a esses problemas apenas 1,3 vez mais do que as mulheres.
MUDANÇA SOCIAL
 
Os pesquisadores consideram que parte da guinada em direção à paridade pode ser explicada pela mudança nos papéis exercidos por homens e mulheres na sociedade.
Segundo o professor Mark Petticrew, da London School of Hygiene and Tropical Medicine, o aumento da disponibilidade da bebida no mercado e a publicidade de álcool voltada para mulheres –especialmente as mais jovens– também são fatores importantes.
“O consumo de álcool e os problemas relacionados a ele eram historicamente vistos como um fenômeno masculino,” alerta Petticrew.
Já não são mais, diz o pesquisador. Por isso, o estudo recomenda que os esforços para moderar o consumo de álcool e reduzir os problemas decorrentes desse abuso sejam também direcionados ao público feminino.
“Os profissionais de saúde precisam ajudar as pessoas –tanto homens quanto mulheres– a compreender os riscos do consumo de álcool e saber como reduzir os seus efeitos maléficos,” afirma o professor

Veja o Vídeo: População segue espancando bandidos no Maranhão

Casos de linchamentos e tentativas só aumentam de acordo com o crescimento da criminalidade no Maranhão. dessa vez foi no município de Açailândia. Dois ladrões foram linchados por populares às margens da BR-010 na tarde desta segunda-feira (24) Adailson Conceição da Silva, natural de Caxias-MA, e seu comparsa Renes de Souza Lima, de Marabá – PA, roubaram a bolsa de uma senhora e ainda a agrediram com um soco no rosto.

Em Apicum Açu, a 526 km de São Luís, Duas pessoas foram assassinadas de forma brutal, a primeira vítima de latrocínio, a segunda – o autor do primeiro homicídio – foi linchada por populares.