Blog do Gilson Vieira -

Sexta Top 3 Amores

sexta-top-3-amores
Sexta-feira, em São Luís, é dia de curtir o melhor forró da cidade, no 3 amores! Com Gravação do CD de verão da BANDA DA GALERA FORROZÃO FREE LANCE e IGOR COSTA e FORRÓ DI PESO até as 23 h mulheres liberadas dia 10 de janeiro no 3 amores…

O RAPPA

rappasbsp_ftito-7
O Rappa é uma banda brasileira conhecida por suas letras de forte impacto social. Seu ritmo não é definido nem mesmo pela própria banda. O grupo volta a São Luís com show do álbum “Nunca Tem Fim”, lançado em agosto deste ano.

Lagoa da Jansen Sábado,
25/01/2014, às 22h00
Ingressos: Site Dr. Ingresso
R$ 50,00 a R$ 100,00

Sobre ataques, Roseana diz: ‘Não fugirei à minha responsabilidade’

SARNEY/UTI
A governadora do Maranhão, Roseana Sarney, se pronunciou, nesta segunda-feira (6), sobre os atos criminosos ocorridos em São Luís, na última sexta-feira (3). Em nota, ela se disse ‘revoltada’ e repudiou de forma veemente as ocorrências comandadas de dentro dos presídios.
Além disso, Roseana externou sua dor pela morte da menina Ana Clara, e falou diretamente aos familiares da vítima, que morreu nesta segunda-feira (6). “Quero transmitir a minha solidariedade aos seus familiares, em especial à sua mãe e à irmãzinha de um ano, feridas no mesmo ataque criminoso”. A governadora completou citando Márcio Ronny da Cruz Nunes, que também está gravemente ferido.
Roseana Sarney reafirmou que espera uma pronta resposta da Justiça. “Já encaminhei à Procuradoria Geral da República as informações sobre o sistema carcerário do estado”, garantiu a governadora, completando que em menos de 36 horas a polícia prendeu os autores e identificou os mandantes desses atentados, que estão sendo responsabilizados com rigor.
Por fim, a governadora garantiu que não fugirá à sua responsabilidade. “Reafirmo a minha determinação em combater o crime e o tráfico de drogas. Não seremos subjugados e nem nos deixaremos amendrontar por criminosos”, assinalou.
A nota é finalizada com a mensagem de que “da parte do governo não faltarão força e determinação para enfrentar os criminosos e manter a paz e a tranquilidade”.
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, também divulgou nota nesta segunda, se solidarizando com a família da menina Ana Clara. Ele se colocou “à disposição dos órgãos de segurança do Estado e da União para colaborar no que for possível em quaisquer ações que se façam necessárias para coibir a violência na cidade”.
Veja a íntegra do pronunciamento da governadora Roseana Sarney
“Quero externar a minha dor pela morte da menina Ana Clara e transmitir a minha solidariedade aos seus familiares, em especial à sua mãe e à irmãzinha de um ano, feridas no mesmo ataque criminoso. Minha solidariedade ao Márcio Ronny da Cruz Nunes, que também está gravemente ferido.
Sou mulher, mãe e avó. Imagino o sentimento de dor e aflição que passam as famílias, seus parentes e amigos.

Estou revoltada e repudio de forma veemente essas ocorrências comandadas de dentro dos presídios e seus desdobramentos registrados na noite da última sexta-feira.
A violência dos covardes e selvageria de seus atos exigem de todos nós uma resposta à altura, IMEDIATA, dentro dos ditames da Lei.
Em menos de 36 horas a polícia prendeu os autores e identificou os mandantes desses atentados, que estão sendo responsabilizados com rigor.
Espero uma resposta da Justiça.
Já encaminhei à Procuradoria Geral da República as informações sobre o sistema carcerário do estado.
No relatório estão detalhados o trabalho realizado e o plano de investimentos de mais de 130 milhões de reais na construção de novos presídios, equipamentos, melhoria e manutenção das unidades existentes.
Reafirmo a minha determinação de combater o crime e o tráfico de drogas. Não seremos subjulgados e nem nos deixaremos amedrontar por criminosos.
Não fugirei à minha responsabilidade.
Peço ao povo maranhense que não dê ouvidos a essa rede de boatos que tentam tumultuar o dia a dia do cidadão.
Da parte do governo não faltarão força e determinação para enfrentar os criminosos e manter a paz e a tranquilidade”.
Veja a íntegra da nota do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior
“Manifesto meu profundo pesar pela morte da criança Ana Clara, vítima de brutal, hedionda e repulsiva violência. Nada ameniza a dor dilacerante da família, a quem me uno em solidariedade e orações.
A sociedade e seus representantes em todas as esferas não podem silenciar diante da gravíssima onda de violência que vem afrontando a cidade de São Luís, agredindo cidadãos e cidadãs, e que agora vitimou até uma indefesa criança.
Estou, na condição de cidadão e prefeito, à disposição dos órgãos de segurança do Estado e da União para colaborar no que for possível em quaisquer ações que se façam necessárias para coibir a violência na cidade”.

G1ma

Edivaldo continuou recebendo verba de unidade desativada no Socorrão II

fabiocamara-300x271
O líder da oposição na Câmara Municipal, vereador Fábio Câmara (PMDB), informou ontem que já no início desta semana solicitará diretamente ao prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior (PTC), e ao secretário municipal de Saúde da capital, César Félix, informações sobre o fechamento da unidade de atendimento a queimados que deveria funcionar no Hospital Municipal Clementino Moura, o Socorrão II.

A revelação de que a unidade não funciona, mas que, mesmo assim, a Prefeitura de São Luís recebe recursos do Ministério da Saúde para mantê-la, porque não informou que nunca fora ativada, foi feita pelo secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad

Quatro vítimas de queimaduras durante os ataques do crime organizado a ônibus na capital precisaram ser transferidas do Socorrão II para unidades do Estado porque o hospital não possui a estrutura que deveria.

– São Luís recebe mensalmente dinheiro público enviado da União para manter em funcionamento uma moderna unidade de atendimento e salvamento de queimado. E foi na adversidade dos últimos acontecimentos que veio à tona o que o fundo do poço da incompetência da Prefeitura: a unidade de queimados do Socorrão II recebe os recursos, mas não funciona. Está, inexplicavelmente, fechada – denunciou.

Em nota, a Prefeitura confirmou que o serviço de atendimento a vítimas de queimaduras nunca foi instalado no Socorrão II, mas garantiu que os recursos para a sua manutenção não têm sido repassados pelo Governo Federal.

Com info. O EstadoMaranhão

Morre menina de seis anos queimada em ataques a ônibus em São Luís

Ana-Clara-vítima-da-ação-de-criminosos-que-tocaram-fogo-em-ônibus
Morreu, às 6h45 desta segunda-feira (6), a menina Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, que teve 95% do corpo queimado em um ataque a um ônibus na sexta-feira (3), em São Luís, segundo informações da Secretaria de Saúde do Maranhão.
Ana Clara estava com a mãe e a irmã no ônibus da Vila Sarney, quando o veículo foi invadido e incendiado por homens armados.

Ana Clara é a primeira vítima fatal dos ataques a ônibus e a duas delegacias ocorridos na noite de sexta-feira. A onda de ataques começou depois da Operação Pedrinhas em Paz, realizada pela Tropa de Choque da Polícia Militar no presídio com o objetivo de diminuir as mortes nas unidades prisionais do Maranhão.

Quatro ônibus foram incendiados na Vila Sarney, na Avenida Kennedy, no João Paulo e na Avenida Ferreira Gullar, e duas delegacias, no São Francisco e na Liberdade, foram alvo de tiros em São Luís.

A irmã de Ana Clara, de 1 ano e 5 meses, permanece internada no Hospital Estadual Infantil Juvêncio Matos, apresentando queimadura em 20% do corpo em pernas e braço esquerdo.

5O quadro dela é considerado estável e está fora de perigo. A mãe das meninas, de 22 anos, teve 40% e permanece internada no Hospital Tarquinio Lopes.

Uma mulher, de 35 anos, está internada na enfermaria com queimadura de 2º grau em um membro superior direito e no abdômen. Seu quadro é considerado estável. Além dela, um homem, de 37 anos, teve 72% de área corporal queimada e permanece internado em estado grave na UTI.

G1ma

Barraco no Café de La Musique transforma festa em um fracasso

Café-de-La-Musique-São-Luís
Um barraco protagonizado por um dos sócios da mega festa do Café de La Musique, em São Luís, transformou o evento num verdadeiro fracasso.
Vereador-Teté
O vereador de São José de Ribamar, Elias Rabelo Vieira Junior, o Teté (PV), brigou com os empresários Paulo Siqueira, dono da Gajo Produções, e Thales, proprietário da Dr. Ingresso.
A motivação da confusão seria uma suposta desconfiança que Teté teve dos outros empresários, que não gostaram da atitude do vereador e deixaram a sociedade.

Por conta disso, a festa – organizada pelas duas empresas que sempre realizam grandes eventos em São Luís, se tornou um fracasso. Hoje, por exemplo, último dia do evento, muitas pessoas estão reclamando da organização, que ficou sob a responsabilidade apenas do vereador Teté, que entende tanto de evento quanto de política: nada.

Blog luis pablo

Policia prender envolvidos no caso dos ataques aos ônibus e delegacia em SL

criminosos1-e1389006686180criminosos-2
A Polícia Militar do Maranhão prendeu, agora pouco, mais pessoas envolvidas nos ataques aos ônibus e delegacia, que ocorreram na noite da última sexta-feira (3), em São Luís.

Foram seis pessoas presas, que também participaram da cruel ação em que uma de 6 anos teve 98% do corpo queimados.

Nas imagens abaixo, obtidas pelo Blog do Luis Pablo, observa-se que o homem de camisa branca ainda está com as marcas dos atos criminosos. Ele está com um dos braços com marcas de queimadura.