Blog do Gilson Vieira -

ISOLAMENTO SOCIAL- GEDEMA MANTÉM ALIMENTAÇÃO DAS CRIANÇAS ATENDIDAS PELO PROGRAMA ‘ SOL NASCENTE’

Isolamento social - Gedema mantém alimentação das crianças atendidas pelo programa

A entrega dos alimentos às crianças e adolescentes do programa ‘Sol Nascente’ é feita na sede social da Assembleia, aos sábados

O Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema) decidiu manter o fornecimento de alimentação às crianças e adolescentes integrantes do programa ‘Sol Nascente’, mesmo com a suspensão das atividades do projeto, como  medida preventiva para garantir a saúde dos alunos e professores, neste momento de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

O programa ‘Sol Nascente’ é um dos projetos sociais desenvolvidos pelo Gedema e que acontece aos sábados, na Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa, no Maiobão.

Segundo a presidente do Gedema, Ana Paula Lobato, apesar da paralisação das atividades do programa, o Gedema continuará fornecendo lanche e almoço aos alunos, pois grande parte dos integrantes vem de famílias carentes, com pais que executam atividades autônomas e que têm passado por dificuldades nesse período de isolamento social.

“Continuaremos fornecendo alimentação para as nossas crianças do programa, todos os sábados, na sede social da Assembleia, onde eles podem vir pegar e levar para casa. Foi a maneira que nós encontramos de continuar assistindo  essas crianças e suas famílias, nesse momento crítico provocado pela pandemia da COVID-19”, afirmou Ana Paula Lobato.

Para garantir a alimentação das crianças, está sendo fornecida refeição pronta em quentinhas, para consumo em casa, e um kit de lanches.

O programa ‘Sol Nascente’ é destinado a crianças e jovens carentes do bairro Maiobão e adjacências, na faixa etária de 9 a 16 anos. As atividades são desenvolvidas aos sábados, nos turnos da manhã e tarde, com oficinas de Esportes (Futebol, Handebol e Vôlei) e de Artes (Dança, Canto Coral, Violino e Instrumentos de Sopro), entre outras ações.

Agência Assembleia

Equipe do Gedema entrega alimentos a adolescente integrante do programa

IMPERATRIZ – MINISTÉRIO PÚBLICO RECOMENDA A LÍDERES RELIGIOSOS EVITAR AGLOMERAÇÕES EM IGREJAS E TEMPLOS 

Medida leva em consideração chegada da Semana Santa, em que fiéis procuram templos para praticar a fé em grupos

O Ministério Público do Maranhão expediu Recomendação neste sábado, 4, solicitando que evitem aglomerações em igrejas, templos e outras associações religiosas em Imperatriz, como forma de prevenir e conter o contágio do novo coronavírus (Covid-19).

O documento é assinado pela titular da 1ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa da Probidade Administrativa, em escala de plantão do Ministério Público no fim de semana, Nahyma Ribeiro Abas.

A Recomendação foi enviada a líderes religiosos, representantes de congregações e outras associações com finalidade religiosa, bem como aos demais responsáveis por Igrejas e Templos do Município de Imperatriz.

De acordo com a promotora de justiça, as orientações visam manter as medidas de isolamento social e assim prevenir a propagação da COVID-19, já que não há certeza sobre a forma de transmissão do vírus. A Recomendação segue as normas do art. 1º, I, do Decreto Estadual nº 35.677 e da Organização Mundial de Saúde.

O documento ministerial disciplina a suspensão de atividades que provoquem aglomeração de pessoas, independentemente da quantidade, tais como cultos, reuniões e/ou celebrações religiosas, mesmo em condições que prevejam cautelas de distanciamento entre fiéis e/ou de circulação do ar.

A Recomendação também expressa a possibilidade de abertura de templos para fins de atendimento e orientação espiritual e social, de forma individual, bem como de manifestações religiosas e individuais, caso seja necessário, na forma prevista no Decreto Presidencial nº 10.282/2020.

A representante do Ministério Público, no entanto, ressalta que os atendimentos individuais devem, preferencialmente, ser realizados por meio de plataformas digitais. A medida pretende prevenir a reunião de pessoas e o possível contágio e disseminação do novo coronavírus.

Nahyma Ribeiro Abas chama atenção para que os líderes religiosos abstenham-se de adotar qualquer estímulo que não esteja de acordo com as orientações do isolamento social recomendado pela OMS e o pleno compromisso com o direito à informação e o dever de justificativa dos atos normativos e medidas de saúde.

“Considerando a chegada da Semana Santa, que atrai fiéis de diferentes igrejas e religiões para manifestações de natureza religiosa em templos de todo o país, sobretudo durante cultos, celebrações e rituais, se faz necessário reforçar o isolamento social e a suspensão de atividades que possam ocasionar aglomeração de pessoas, evitando assim o contágio pelo novo coronavírus”, destaca a promotora de justiça Nahyma Ribero Abas.

As igrejas têm o prazo de 48 horas para responder ao Ministério Público informando sobre as providências adotadas sobre as medidas da Recomendação.

ASTRO DE OGUM VAI BUSCAR SEXTO MANDATO CONSECUTIVO PELO PCDOB

O vereador Astro de Ogum oficializou nesse sábado (04), último prazo de filiação para quem pretende sair candidato a prefeito ou vereador nas eleições de 04 de outubro deste ano, a sua chegada ao PCdoB (Partido Comunista do Brasil). A sigla escolhida é a mesma do governador Flávio Dino e do pré-candidato a prefeito, Rubens Júnior.

No novo partido, ele irá formar chapa proporcional com os vereadores Marcelo Poeta, Fátima Araújo, Concita Pinto e Paulo Victor. A legenda espera eleger pelo menos seis parlamentares no pleito de outubro já que terá como pré-candidatos outros nomes de peso como o vice-prefeito Júlio Pinheiro.

Ex-presidente da Câmara, Astro é o decano da Casa com cinco mandatos seguidos. Ele destacou que a escolha pelo PCdoB, representa o caminho certo para a cidade, e garante estar pronto para a caminhada no novo partido em busca de seu sexto mandato consecutivo.

“Depois de conversar com os nossos amigos, dialogar com a nossa comunidade e com a minha família, entendemos que o PCdoB é o melhor caminho para a nossa caminhada em busca do nosso sexto mandato consecutivo”, disse o parlamentar.

*TRAJETÓRIA POLÍTICA*
O vereador ludovicense completou 20 anos de mandato em 2020. Ele está na vida pública desde 2000. Até hoje, não perdeu nenhuma eleição. Naquele ano, ele fazia sua estréia na disputa para o cargo de vereador pelo PTdoB, conquistando o mandato com 3.243 votos.

De lá pra cá, não perdeu mais nenhuma disputa. Em 2004, foi reeleito com 7.352 votos para o 2º mandato. Em 2008, foi reeleito pela 3ª vez com 5.135 votos. Em 2012, foi vice-campeão nas urnas, com 8.766 votos e reeleito pela 4ª vez. No pleito de 2016, se reelege para o 5º mandato consecutivo com 9.703 votos. Em 2020, está pronto para buscar o sexto mandato consecutivo pelo PCdoB.

*QUEM É ELE?*

*Conheça a história do vereador que está há duas décadas na Câmara de São Luís:*

Generval Martiniano Moreira Leite, popularmente conhecido como Astro de Ogum, nasceu em São Bento, no dia 16 de setembro de 1957.
Atuando há mais de quatro décadas como pai de santo na capital maranhense, filho de Oxumaré com a cabeça emprestada para Ogum, devido aos seus laços com a Umbanda, o parlamentar diz que o seu ladrilhar foi alicerçado pela proteção de Deus e dos guias.

*ORIGEM HUMILDE*
Filho do sargento da Polícia Militar, João Francisco Costa Leite, nasceu no município de São Bento, a 301 km de São Luís, na Baixada Maranhense, e foi abandonado pelo pai, juntamente com sua mãe e mais quatro irmãos.

As dificuldades atravessadas pela família fizeram com que viessem morar na capital, e diante da situação, ainda muito pequeno, se viu obrigado a trabalhar para ajudar no sustento da mãe e dos irmãos. Ele passava o dia vendendo picolé, laranja e mariola pelas ruas e praias de São Luís e, na maioria das vezes, dormia nas bancas da feira da Liberdade.

Astro também não esconde que teve tudo para se transformar em um marginal, e reconhece que percorreu um caminho bem diferente dos seus amigos, contudo, nunca abriu mão dos valores e princípios éticos.

*HOMEM DA CULTURA*
Além da religião e do social, a cultura é outro pilar muito forte na base eleitoral de Astro de Ogum. Em 2015, para saudar a posse do 1º Pai de Santo a comandar o Poder Legislativo no País, o pátio da Câmara de São Luís foi invadido por vários grupos folclóricos de tambor de crioula e blocos tradicionais.

Apesar do estereótipo traçado por muitos, levando em conta o jeito sisudo do parlamentar, é o lado humano e bondoso que sempre fez questão de alimentar.

VÍDEO: EMPRESÁRIO GLÁUCIO ALENCAR AFIRMA QUE O DEP. ALUÍSIO MENDES SE ELEGEU COM O DINHEIRO DOS “VERDADEIRO” MANDANTES DO JORNALISTA DÉCIO SÁ 

Após ser noticiado nos meios de comunicação que o deputado Aluísio Mendes teria sido contaminado pelo vírus Covid-19,  Gláucio  Alencar que é acusado de ser o mandante do assassinato do jornalista é Blogueiro  Décio Sá, usou as redes sociais para  ironizar e afirma  que o deputado se elegeu com o dinheiro dos supostos e verdadeiros mandantes do crime que chocou o Maranhão .

Em tempo: será que teria que abrir uma nova linha de investigação, pois as afirmações de Gláucio  teriam fundamentos ???

SERVIÇOS NÃO ESSENCIAIS ESTÃO PROIBIDOS DE FUNCIONA EM SANTA RITA DO MARANHÃO

A pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça determinou, no dia 28 de março, em caráter liminar, a suspensão de dispositivos do Decreto Municipal nº 13/2020, proibindo o funcionamento de todos os serviços não essenciais no município de Santa Rita, especialmente as atividades do setor do comércio. A medida tem como objetivo a proteção da saúde e segurança pública.

A Ação Civil Pública, contra o Município de Santa Rita, foi ajuizada pela promotora de justiça Karine Guará Brusaca Pereira, da Comarca de Santa Rita. Proferiu a decisão a juíza Jaqueline Rodrigues da Cunha.

Em caso de descumprimento, foi fixado o pagamento de multa diária no valor de R$ 20 mil.

ENTENDA O CASO

A representante do Ministério Público destacou que, no dia 20 de março de 2020, foi editado pelo Município de Santa Rita o Decreto Municipal nº 10/2020, em consonância com a Lei Federal nº 13.979/2020 e com o Decreto Estadual n º 35 .677/2020, visando a adoção de medidas de combate e prevenção do contágio e propagação da transmissão do coronavírus (Covid-19).

O documento estabeleceu a suspensão, pelo prazo de 15 dias, ou seja, até o dia 3 de abril, de todos eventos públicos e privados, funcionamento de bares, lanchonetes, academias, restaurantes, centros comerciais, lojas e estabelecimentos congêneres, por se tratarem de locais que possibilitam a formação de grandes aglomerações de pessoas, e que, portanto, facilitam a propagação rápida do coronavírus.

Ficaram fora dessa proibição as atividades classificadas como essenciais, dos setores de alimentação, farmácia, segurança, fornecimento e tratamento de água, energia e resíduos sólidos.

No entanto, no dia 26 de março, sob a justificativa de que no município não constavam casos confirmados do Covid-19, foi publicado o Decreto Municipal de nº 13/2020, alterando o anterior, em que o município passou a incluir como serviços de natureza essencial as atividades dos estabelecimentos comerciais, incluindo mercearias, lojas de material de construção, roupas e eletrodomésticos, madeireiras, lava-jatos, lanchonetes e restaurantes.

Karine Brusaca acrescentou que, no Decreto Municipal 13/2020, consta como justificativa para a inclusão de tais atividades como essenciais, a publicação do Decreto Federal nº 10.292/2020, o qual ampliou o rol das atividades essenciais com a inclusão dos cultos e demais atividades religiosas.

Entretanto, a promotora de justiça afirmou que o documento federal permitiu somente o funcionamento de cultos e demais atividades religiosas, nada tendo sido acrescentado em relação às atividades comerciais em geral.

Relatou, ainda que, a partir da data do dia 26 de março, todos os comércios do município, incluindo lojas, lanchonetes e restaurantes, que até então estavam fechados por força do Decreto º 10/2020, passaram a funcionar normalmente, permitindo a aglomeração de um grande número de pessoas no interior dos estabelecimentos e nas ruas do município.

“O decreto municipal foi na contramão de todos os municípios do Estado, bem como da maioria dos municípios do país – que adotaram medidas preventivas quanto ao contágio pelo coronavírus e sobrecarregamento do sistema de saúde – permitindo, portanto, o funcionamento de atividades que, longe de se enquadrarem como essenciais, possibilitam fácil aglomeração de pessoas e, portanto, o contágio pelo Covid-19”, destacou a promotora de justiça.

MORADORES FICAM SEM ÁGUA, DE NOVO, PREFEITO JADSON PASSINHO

Moradores do povoado outeiro em Cedral, voltaram à viver a falta de água de novo, agora o caso é diferente seu prefeito eles estão em isolamento social,  como eles vão lavar as mãos e combater o novo coronavírus. Um vídeo, feito pela moradora, mostrou um morador do bairro comprado água, relatando a necessidade: “como a gente vai lavar as mãos para se prevenir desse vírus, se a gente não tem água?”

Ela reclama ainda da falta de acesso para outros materiais, como o álcool gel. “Não tem álcool no mercado, então como vamos fazer se não temos água”, diz.

Atenção senhor prefeito Jadson passinho (DEM) a Bomba de água que serve a população de outeiro queimou de novo, agora não vai colocar a culpa nós vereadores prefeito, Vou te dar uma dica compra uma bomba nova com o seu salário de prefeito, eu duvido você fazer isso.

CORONAVÍRUS: CEDRAL CONTINUA EM ISOLAMENTO SOCIAL

A pandemia de coronavírus mudou hábitos em Cedral do Maranhão. As ruas ficaram mais vazias após a recomendação pelo isolamento social para evitar a propagação da COVID-19. Escolas, Restaurantes e Comércios estão com as portas fechadas.

para coordenar ações de incentivo ao isolamento social, medida considerada uma das mais efetivas para controlar a pandemia do Novo coronavirus. A cidade continua em isolamento social.

* Não descuide .cuide da sua saúde.

Todos contra o CORONAVÍRUS, a prevenção é Fundamental.

OITO SUSPEITOS SÃO CONDUZIDOS PARA A SEIC, PELO CRIME DE DESOBEDIENCIA

Na tarde deste sábado (28), a Polícia Militar conduziu para a Seic, oito pessoas acusadas de tentaren organizar protesto com aglomeração de pessoas. Eles cometeram o crime de descomprimento da Decisão Judicial nº 0811462-64.2020.810.0001 e o Decreto Estadual nº 35677/2020, que relata o crime de desobediência e de
Infração de Medida Sanitário Preventiva

Após serem apresentados na Seic, todos foram autuados em flagrante pelos crimes previstos nos artigos 330 (Crime de Desobediência) e artigo 268 (Infração de Medida Sanitário Preventiva).